ASSEMBLEIA GERAL EXTRAÓRDINARIA

No dia 11 de Fevereiro de 2020 se realizou a Assembleia Geral Extraordinária da APROSE, com o objectivo de eleger o presidente da Zona Sul e o Presidente da agremiação.

Para a presidência da região sul, foram apresentadas duas candidaturas nomeadamente: a SECHIL, LDA representada pelo Sr. Hélder Chilengue e a ASSOCIAÇÃO MOÇAMBICANA DE BANCOS (AMB) representada pelo Sr. Marcelino Botão, tendo sido eleita a AMB para Presidente da Zona SUL.

Terminada a eleição do Presidente da Zona Sul, procedeu-se a eleição do Presidente da agremiação. Neste pleito concorreram dois candidatos nomeadamente a AMB e a ACOF, uma vez que o terceiro candidato JNB retirou a sua candidatura, neste processo também foi eleita a AMB para presidente da agremiação.

O novo Presidente alistou como prioridades:

  • A sustentabilidade da APROSE, que é um dos maiores desafios desde o seu início;
  • Intervir junto ao governo para influenciar políticas, leis, normas que podem fortalecer e alavancar o sector de sementes;
  • Atrair novos membros, com foco nas regiões Norte e Centro, dado o desequilíbrio existente;
  • Apresentar uma APROSE transparente para seus membros e parceiros;

Por sua vez o Presidente cessante mencionou áreas que na sua óptica deveriam fazer parte das prioridades da nova administração e destacou:

  • A comercialização de semente falsa, instou a APROSE a continuar buscando soluções para tal por forma a reduzir o impacto que esse fenómeno tem no produtor e no desenvolvimento genuíno da semente;
  • Continuar a apoiar a ANS no processo de triagem de sementes e propôs a reintrodução de rótulos,
  • Interacção com a ANS no processo de treinamento e monitoramento dos inspectores do sector privado;

Posto isso deu-se por terminada o encontro, realçar que o novo corpo directivo já se encontra em exercício das suas respectivas funções.

Apuramento dos resultados

Apresentação da candidatura da SECHIL, lda

Apresentação da candidatura da AMB

Foto Familia

Sr. Marcelino Botão – Presidente da APROSE